Ansiedade, a sua pode não ser igual a dos outros.

0
142
Ansiedade psicologa Moema ariadni

Você sabia que existem várias maneiras de sentir ansiedade? Você nunca percebeu alguém comentar que come por ansiedade e outra falar que perde a fome quando está ansiosa? Pois é, existem inúmeros sintomas que compõe um quadro de ansiedade, e pode ir desde uma preocupação excessiva, irritabilidade até uma sensação eminente de morte, perda de controle e medo de enlouquecer.

A ansiedade na verdade é uma reação biológica normal do nosso organismo quando nos encontramos em uma situação de perigo. Por mais surreal que possa parecer para quem sofre com transtornos de ansiedade, ela é fundamental para nossa sobrevivência.

É a ansiedade que nos alerta do perigo e nos faz reagir diante dele como uma forma de proteção. O grande problema é quando essa reação fisiológica começa a ficar exacerbada demais, muito constante ou ainda invade nossa mente excessivamente.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, nem todos os que sofrem de ansiedade tem o mesmo transtorno. Dentro dos transtornos de ansiedade temos por exemplo:

Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), Síndrome do Pânico, Transtorno de Ansiedade de Separação, Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT), Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), Transtorno de Ansiedade Social, Mutismo Seletivo, e outros. Cada um deles tem sintomas e sinais em comum e específicos.

Dentre os sintomas mais comuns de ansiedade estão a inquietação, sensação de estar com os nervos à flor da pele, insônia, cansaço, dificuldade de concentração, irritabilidade, tensão muscular, taquicardia, tremores, falta de ar, sensação de asfixia, dores no peito, náusea, tontura, calafrios, sudoreses, parestesias (anestesia ou sensações de formigamento), tremores, desrealização (sensação de observar a si mesmo de fora do corpo ou de que as coisas ao seu redor não são  reais), medo de perder o controle ou “enlouquecer” e medo de morrer.

Cada transtorno de Ansiedade tem formas específicas de tratamento. Invariavelmente é recomendado psicoterapia e em alguns casos precisa ser associado um tratamento medicamentoso. Atualmente, a Terapia Cognitivo Comportamental é uma das mais indicadas dentro das abordagens da psicologia, por se tratar de um processo mais diretivo e de resultados mais rápidos.

Se você desconfia que sua ansiedade está atrapalhando sua vida, que te prejudica nas suas interações, ou ainda,  se você identificou que alguns dos sintomas acima tem te acompanhando ultimamente, não hesite em procurar ajuda profissional. Quanto antes iniciar um tratamento mais fácil será para você se cuidar.

Se cuide.  Perceba que você é muito especial, não se abandone 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui